Mantenham no currículo como disciplinas as Artes Visuais, Teatro, Música e Dança!

Hoje temos Artes Visuais, Música, Teatro e Dança com disciplinas no currículo, do 6º ano ao Ensino Médio com professores formados em cada área. A Fundação Lemann, aliada ao MEC, quer transformar estas disciplinas em meros sub-componentes curriculares.

A estratégia de considerar as Artes SUB-componentes é SUB-repticiamente intencional com o objetivo de, sem ferir a Lei de Diretrizes e Bases, retirar Arte do currículo, não contratando professores de Artes, que ficarão atreladas as outras disciplinas.

Assine o abaixo assinado: https://www.change.org/p/bncc-mantenham-as-disciplinas-artes-visuais-teatro-m%C3%BAsica-e-dan%C3%A7a-no-curr%C3%ADculo

Anúncios

Sala de aula flexível

Em julho desse ano, a Universidade de Harvard realizou o “Learning Spaces Week” (“Semana dos Espaços de Aprendizado”), a fim de discutir o impacto dos espaços físicos de aprendizagem. Desde então algumas escolas vêm mudando o jeito de fazer com que o aluno se sinta à vontade para estudar.

Veja o babado: http://www.hypeness.com.br/2015/12/sala-de-aula-flexivel-conheca-o-modelo-em-que-os-alunos-podem-estudar-o-que-quiserem/

Finlândia será o primeiro país do mundo a adotar transdisciplinaridade em todas as escolas.

Atualização: O título original deste artigo era “Finlândia será o primeiro país do mundo a abolir a divisão do conteúdo escolar em matérias”. O título e alguns trechos do artigo foram alterados após autoridades educacionais finlandesas se manifestarem afirmando que algumas informações divulgadas na matéria original do The Independent, nas quais este texto foi baseado, estão equivocadas. Até este momento, o The Independent continua mantendo a sua versão inicial, mas o Rescola optou por se ater às informações confirmadas pelo Finnish National Board of Education. Além disso, publicamos um artigo de Pasi Sahlberg, um dos maiores especialistas mundiais em reforma educacional, esclarecendo os pontos controversos e trazendo maiores informações. (28.03.2015)

Veja o babado em http://rescola.com.br/finlandia-sera-o-primeiro-pais-do-mundo-a-abolir-a-divisao-do-conteudo-escolar-em-materias/

MEC lança portal para unificar currículo da Educação Básica

O Ministério da Educação lançou uma plataforma que irá receber propostas de professores e organizações para estabelecer o que os alunos brasileiros devem aprender até o Ensino Médio.

Para o ministro Renato Janine, um mesmo alicerce curricular permitirá alterações no material didático utilizado hoje nas escolas, lembrando que a sociedade tornou-se “intensamente digitalizada”.

A partir de 15 de setembro, o site vai poder ser abastecido com sugestões preliminares. Se você é professor(a), participe!  http://bit.ly/1OXgrFx